segunda-feira, 23 de abril de 2012

Abril, Revoluções Mil

Em vésperas do aniversário do 25 de Abril, há mais uma voz de Abril ( ou neste caso de Novembro) a apelar a uma revolução feita pelo povo. Estando já os militares em reforma, agora é o povo que tem de tomar conta disto e indicar um caminho diferente para este país, porque a democracia já está esgotada há muito. No fundo, o que militares de Abril e Novembro andarem a fazer já não serve neste momento.
Não se entende, qual a razão deste contínuo apelo ao protesto popular, como se as instituições caíssem ao primeiro burburinho de esquerda. 
Pior do que tudo, é que ninguém aponta um caminho ou arranja uma solução. Essa é a verdade. Porque de facto, também já não depende de nós aquilo que se vai passar daqui a três ou quatro anos.

Sem comentários:

Enviar um comentário